HIPERIDROSE AXILAR

HIPERIDROSE3.jpg

O suor é necessário para o controle da temperatura corporal, especialmente durante o exercício físico, quadros febris ou quando a pessoa se expõe a temperatura ambiente elevada. Quando ocorre o aumento da atividade das glândulas sudoríparas (glândulas que produzem o suor) temos o quadro conhecido como hiperidrose.

A hiperidrose apresenta-se como uma situação extremamente desconfortável, que causa às vezes condições constrangedoras, que dificultam as atividades do dia-a-dia e interferem no trabalho, no lazer e nas atividades sociais. Eventualmente, poderemos encontrar outras pessoas da mesma família com problema de hiperidrose. As áreas mais atingidas são as axilas, palmas (mãos) e plantas (pés), podendo ocorrer em outras áreas.

A toxina botulínica surge como uma boa opção terapêutica, interrompendo a sudorese na área tratada, pois bloqueia as terminações nervosas responsáveis pela liberação de substâncias que estimulam o suor.

A duração do efeito pode chegar a 8 meses, dependendo das características individuais de cada paciente. Para manter um bom resultado, é necessário reaplicar a toxina. O procedimento é realizado com anestésica tópica e o paciente pode retornar às suas atividades após o procedimento.

Clínica estética facial Clínica Rejuvenescimento Estética corporal