RINOMODELAÇÃO COM ÁCIDO HIALURÔNICO

RINO3.png

A rinomodelação é uma técnica de preenchimento que utiliza o ácido hialurônico de alta densidade. 
O procedimento consiste em injetar um determinado volume dessa substância no nariz, com o objetivo de corrigir imperfeições ou defeitos, melhorando, assim, o contorno nasal.
Como a rinomodelação não envolve cirurgia, somente a injeção do ácido hialurônico, é indicada apenas para pacientes que têm o nariz razoavelmente fino, com a ponta caída e com giba nasal.

Veja alguns casos que podem ser tratados com a rinomodelação!
Giba nasal
Para pacientes que apresentam a chamada giba nasal, a rinomodelação pode ser benéfica. A giba é aquela corcova na parte óssea e cartilaginosa do nariz, que muitas vezes gera uma deformidade importante no local.
 
Nesse caso, a rinomodelação pode ser feita para disfarçar a deformidade. É importante ressaltar que a giba não será retirada, mas ficará menos perceptível por meio da injeção do ácido hialurônico nos locais de irregularidade.


 

Ponta nasal

Quando a queixa estética está relacionada à ponta nasal, a rinomodelação pode resolver casos nos quais essa região é mais fina e caída. Com a injeção de ácido hialurônico de alta densidade, é possível criar um suporte na columela – tecido que separa as duas narinas – e elevar a ponta nasal.

Quando a rinomodelação não é indicada?

Em casos que o paciente tem o nariz grande, com laterais mais largas e a ponta achatada – o que chamamos de nariz bulboso –, provavelmente a rinomodelação não será o procedimento mais adequado.

 

Afinal, se o nariz já apresenta um aspecto volumoso, a inserção de mais volume (com ácido hialurônico) não deixará o nariz mais fino ou menor.

 

Além disso, a rinomodelação é contraindicada para pacientes com problemas de coagulação ou que fazem uso de anticoagulantes. Esses casos podem acarretar um sangramento maior no nariz e gerar complicações como congestão.

Quais são os possíveis resultados?

Quanto aos resultados da rinomodelação, o paciente precisa ter em mente que o procedimento não diminui o nariz. Afinal, a técnica consiste justamente em inserir mais volume na região para “maquiar” as imperfeições. 

 

Para casos de diminuição do nariz, o único procedimento possível ainda é o cirúrgico.

 

Já nos casos indicados de rinomodelação, é possível alcançar resultados como:

  • Elevação da ponta nasal;

  • Aparência de ponta mais fina em casos levemente disformes;

  • Melhoramento de desvios da pirâmide nasal;

  • Mascaramento da giba nasal.

 

Vale mencionar ainda que os resultados da rinomodelação com uso de ácido hialurônico duram, geralmente, 12 meses.

 

É importante destacar que a rinomodelação consegue trazer bons resultados dentro dos casos indicados. Embora as possibilidades de tratamento sejam mais restritas e a técnica não seja definitiva, é possível resolver casos mais simples, trazendo um melhoramento estético satisfatório para o paciente.

 

Além disso, ela tem a vantagem de possibilitar mudanças estéticas mesmo sem cirurgia. 

Harmonização facial tratamento para gordura localizada botox